n. 13 (2013)

Sumário

Editorial

Editorial 8-9
 

Dossiê "A história em questão: diálogos com a obra de Manoel Luiz Salgado Guimarães"

Apresentação 11-13
Temístocles Cezar, Rodrigo Turin
Aristóteles e a história, mais uma vez 14-23
François Hartog
Indagações sobre um método acima de qualquer suspeita 24-44
Francisco Murari Pires
Compilação e plágio: Abreu e Lima e Melo Morais lidos no Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro 45-62
Pedro Afonso Cristovão dos Santos
O historiador enquanto leitor: história da historiografia e leitura da história 63-77
Fernando Nicolazzi
História da historiografia e memória disciplinar: reflexões sobre um gênero 78-95
Rodrigo Turin
A lição da pedra: usos do passado e cultura material 96-113
Francisco Régis Lopes Ramos, Aline Montenegro Magalhães
Diálogos históricos e historiográficos: séculos XIX e XX 114-129
Marcia Naxara
Historiografia, memória e ensino de história: percursos de uma reflexão 130-143
Maria da Glória de Oliveira
Um Mestre de Rigor: Manoel Luiz Salgado Guimarães e a delimitação do campo de estudos de historiografia no Brasil 144-153
Durval Muniz de Albuquerque Júnior

Artigo

Desarraigo e ironía al filo de las nuevas historias: Últimos días coloniales en el Alto Perú (1896) de Gabriel René Moreno 155-171
Sergio Mejía
Causa diz-se em quatro sentidos: sobre a hermenêutica droyseana e a teoria da causalidade aristotélica 172-187
Renata Sammer
Um debate sobre a descontinuidade temporal: Fernand Braudel, Gaston Bachelard, Gaston Roupnel e Georges Gurvitch 188-203
André Fabiano Voigt
A escrita da história em Terra Sonâmbula de Mia Couto 204-218
Flavia Renata Machado Paiani

Resenha

Questionamentos à historiografia do cordel brasileiro 220-225
LUCIANO, Aderaldo. Apontamentos para uma história crítica do cordel brasileiro. Rio de Janeiro; São Paulo: Edições Adaga; Luzeiro, 2012, 96 p.
Geraldo Magella de Menezes Neto
Jacques Rancière, cenografias políticas 226-234
RANCIÈRE, Jacques. La méthode de l’égalité: entretien avec Laurent Jeanpierre et Dork Zabanyan. Paris: Bayard, 2012, 333 p.
Marlon Salomon
Lázaros de papel: sobre a arte de reviver manuscritos 235-240
GREENBLATT, Stephen. A virada: o nascimento do mundo moderno. São Paulo: Companhia das Letras, 2012, 291 p.
Marcos Antônio Lopes
Notas sobre a dissimulação honesta 241-245
MÍSSIO, Edmir. A civilidade e as artes de fingir: a partir do conceito de dissimulação honesta de Torquato Accetto. São Paulo: EDUSP, 2012, 245 p.
Cleber Vinicius do Amaral Felipe
Afinal, para que serve a história? 246-251
NICOLAZZI, Fernando; MOLLO, Helena Miranda; ARAUJO, Valdei Lopes de (orgs.). Aprender com a história? O passado e o futuro de uma questão. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2011, 256 p.
João Couvaneiro
A Universidade e os muitos caminhos da História 252-259
ROIZ, Diogo da Silva. Os caminhos (da escrita) da história e os descaminhos de seu ensino: a institucionalização do ensino universitário de História na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da Universidade de São Paulo (1934-1968). Curitiba: Appris, 2012, 266 p.
Fábio Franzini
Luis de Gusmão contra a hybris teórica 260-267
GUSMÃO, Luis de. O fetichismo do conceito: limites do conhecimento teórico na investigação social. Rio de Janeiro: Topbooks, 2012, 258 p.
Sérgio da Mata
Debates historiográficos 268-272
HAHN, Fábio André; MEZZOMO, Frank Antonio; MYSKIW, Antônio Marcos. Ensaios Historiográficos: Temas, tendências e interpretações. Campo Mourão: Editora da FECILCAM, 2010, 226 p.
Surama Conde Sá Pinto

Normas de publicação

Normas de publicação 276-279
 

Diretrizes para autores

Diretrizes para autores 281
 

Edição Completa

Edição completa 281 p
 


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .