História da Historiografia

História da Historiografia publica artigos, resenhas, entrevistas, textos e documentos historiográficos de interesse para os campos da história da historiografia, teoria da história e áreas afins. Tem por missões divulgar textos de teoria da história e história da historiografia, e promover o intercâmbio de ideias e resultados de pesquisas entre investigadores dessas duas áreas correlatas. Num momento em que, no cenário brasileiro, o crescimento do número de periódicos científicos apenas espelha (se bem que de forma algo distorcida) a ampliação dos programas de pós-graduação, é consenso que o próximo passo a ser dado é o da verticalização e especialização do perfil das publicações. HH foi fundada em 2008 exatamente a partir desse diagnóstico, e é hoje um periódico de referência para os especialistas das áreas de teoria da história e história da historiografia no mundo de língua portuguesa e espanhola. O periódico é uma publicação interinstitucional da Sociedade Brasileira de Teoria e História da Historiografia, do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) e do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP).

Temos periodicidade quadrimestral e recebemos em fluxo contínuo. Os interessados em enviar contribuições devem verificar as normas editoriais e as palavras-chave disponíveis.

História da Historiografia oferece acesso gratuito e integral a todo conteúdo deste site. Esta revista possui Qualis A1 e é indexada nos seguintes serviços: Scopus | ElsevierGale|Cengage LearningEBSCO (Historical Abstracts)Latindex, CLASE | Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidadese-revist@as, Sumários de Revistas BrasileirasGoogle AcadêmicoLivRe!Harvester2Directory of Open Access Journals (DOAJ)Portal de Periódicos da CAPES.

Os autores ou editores de livros publicados com até três anos nos campos da história da historiografia, teoria da história ou áreas afins que desejem obter uma resenha publicada na revista, por favor, entrem em contato através do e-mail historiadahistoriografia@hotmail.com para obter os detalhes para envio do exemplar.


Imagem para capa da revista

n. 13 (2013)

Sumário

Editorial

Editorial 8-9
 

Dossiê "A história em questão: diálogos com a obra de Manoel Luiz Salgado Guimarães"

Apresentação 11-13
Temístocles Cezar, Rodrigo Turin
Aristóteles e a história, mais uma vez 14-23
François Hartog
Indagações sobre um método acima de qualquer suspeita 24-44
Francisco Murari Pires
Compilação e plágio: Abreu e Lima e Melo Morais lidos no Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro 45-62
Pedro Afonso Cristovão dos Santos
O historiador enquanto leitor: história da historiografia e leitura da história 63-77
Fernando Nicolazzi
História da historiografia e memória disciplinar: reflexões sobre um gênero 78-95
Rodrigo Turin
A lição da pedra: usos do passado e cultura material 96-113
Francisco Régis Lopes Ramos, Aline Montenegro Magalhães
Diálogos históricos e historiográficos: séculos XIX e XX 114-129
Marcia Naxara
Historiografia, memória e ensino de história: percursos de uma reflexão 130-143
Maria da Glória de Oliveira
Um Mestre de Rigor: Manoel Luiz Salgado Guimarães e a delimitação do campo de estudos de historiografia no Brasil 144-153
Durval Muniz de Albuquerque Júnior

Artigo

Desarraigo e ironía al filo de las nuevas historias: Últimos días coloniales en el Alto Perú (1896) de Gabriel René Moreno 155-171
Sergio Mejía
Causa diz-se em quatro sentidos: sobre a hermenêutica droyseana e a teoria da causalidade aristotélica 172-187
Renata Sammer
Um debate sobre a descontinuidade temporal: Fernand Braudel, Gaston Bachelard, Gaston Roupnel e Georges Gurvitch 188-203
André Fabiano Voigt
A escrita da história em Terra Sonâmbula de Mia Couto 204-218
Flavia Renata Machado Paiani

Resenha

Questionamentos à historiografia do cordel brasileiro 220-225
LUCIANO, Aderaldo. Apontamentos para uma história crítica do cordel brasileiro. Rio de Janeiro; São Paulo: Edições Adaga; Luzeiro, 2012, 96 p.
Geraldo Magella de Menezes Neto
Jacques Rancière, cenografias políticas 226-234
RANCIÈRE, Jacques. La méthode de l’égalité: entretien avec Laurent Jeanpierre et Dork Zabanyan. Paris: Bayard, 2012, 333 p.
Marlon Salomon
Lázaros de papel: sobre a arte de reviver manuscritos 235-240
GREENBLATT, Stephen. A virada: o nascimento do mundo moderno. São Paulo: Companhia das Letras, 2012, 291 p.
Marcos Antônio Lopes
Notas sobre a dissimulação honesta 241-245
MÍSSIO, Edmir. A civilidade e as artes de fingir: a partir do conceito de dissimulação honesta de Torquato Accetto. São Paulo: EDUSP, 2012, 245 p.
Cleber Vinicius do Amaral Felipe
Afinal, para que serve a história? 246-251
NICOLAZZI, Fernando; MOLLO, Helena Miranda; ARAUJO, Valdei Lopes de (orgs.). Aprender com a história? O passado e o futuro de uma questão. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2011, 256 p.
João Couvaneiro
A Universidade e os muitos caminhos da História 252-259
ROIZ, Diogo da Silva. Os caminhos (da escrita) da história e os descaminhos de seu ensino: a institucionalização do ensino universitário de História na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da Universidade de São Paulo (1934-1968). Curitiba: Appris, 2012, 266 p.
Fábio Franzini
Luis de Gusmão contra a hybris teórica 260-267
GUSMÃO, Luis de. O fetichismo do conceito: limites do conhecimento teórico na investigação social. Rio de Janeiro: Topbooks, 2012, 258 p.
Sérgio da Mata
Debates historiográficos 268-272
HAHN, Fábio André; MEZZOMO, Frank Antonio; MYSKIW, Antônio Marcos. Ensaios Historiográficos: Temas, tendências e interpretações. Campo Mourão: Editora da FECILCAM, 2010, 226 p.
Surama Conde Sá Pinto

Normas de publicação

Normas de publicação 276-279
 

Diretrizes para autores

Diretrizes para autores 281
 

Edição Completa

Edição completa 281 p
 


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .