Pintura de uma paisagem

Estruturas narrativas nos Anais de Tácito

Juliana Bastos Marques

Resumo


O artigo propõe uma leitura dos Anais baseada na análise dos recursos retóricos ligados às regras da tradição historiográfica latina da forma como foram sutilmente adaptados por Tácito, por conta de sua necessidade de ênfase nas ações e no caráter dos imperadores. Com isso, podemos perceber a construção de uma sucessão relativamente linear de degeneração dos imperadores – e, por conseguinte, do próprio império –, que culmina com Nero (e posteriormente na guerra civil dos primeiros livros das Histórias).


Palavras-chave


Historiografia latina; Tácito; Anais

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15848/hh.v0i5.176

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia