Além da racionalidade instrumental: sentido histórico e racionalidade na teoria da história de Jörn Rüsen

Martin Wiklund

Resumo


O conceito de sentido é central no discurso histórico contemporâneo. A forma como o sentido é compreendido tem conseqüências cruciais para o uso da história, para as possibilidades de orientação histórica e para os riscos de sua instrumentalização. Este artigo explica o sentido do conceito de sentido na teoria da história de Jörn Rüsen, argumentando que sua perspectiva fornece, no que diz respeito aos temas da orientação e da instrumentalização, uma alternativa mais promissora do que o objetivismo e o construtivismo relativista. Com o objetivo de explicar o conceito de sentido em Rüsen, diferentes conceitos de sentido serão destacados. Uma distinção importante será feita entre sentido como constituição e sentido como representação. Em seguida, diferentes aspectos do conceito de sentido de Rüsen serão articulados. Nesse pano de fundo, o conceito de ‘racionalidade de sentido’ será analisado e oposto tanto ao construtivismo, em sua inerente tendência ao instrumentalismo, quanto à tendência a objetificar o sentido em análises empíricas da consciência histórica.


Palavras-chave


Filosofia da História; Sentido; Racionalidade instrumental

Texto completo: PDF



Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .